“Família do tráfico” resulta na prisão de dois e apreensão de drogas e menores

Fonte: AgoraMT
27 setembro 2017

“Família do tráfico” resulta na prisão de dois e apreensão de drogas e menores

Fiana Narela Fazzi, de 23 anos e Maxsuel Apomocena Andrade, de 18 anos, foram presos e dois menores, uma de 16 e outro de 17 anos, foram apreendidos pelos investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), por tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma e corrupção de menores na noite dessa segunda-feira (25), no bairro Cidade Alta, em Rondonópolis (MT).

Segundo informações da Derf, após denúncias de que naquela região acontecia o tráfico de drogas em uma residência, os investigadores passaram a monitorar e conseguiram realizar o flagrante dos envolvidos.

Droga celulares e armas apreendidos com os suspeito no Bairro Cidade Alta - Foto: PJC ROO
Droga celulares e armas apreendidos com os suspeito no Bairro Cidade Alta – Foto: PJC ROO

De acordo com o delegado Gustavo Belão, as duas moças são irmãs e os dois rapazes também são irmãos, e que num momento importuno os investigadores conseguiram invadir a casa que funcionava como boca de fumo e apreenderam três aparelhos celulares, uma porção de haxixe, três tabletes de maconha, 19 porções de pasta base e um revólver calibre 32 com duas munições intactas – arma que possivelmente era usada para fazer a segurança do local.

Leia também:  Pai, mãe e os dois filhos são presos por tráfico, desacato e posse irregular de arma em MT
Arma e celulares apreendidos com os suspeitos de tráfico de drogas no Bairro Cidade Alta - Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT
Arma de fogo e celulares apreendidos com os suspeitos – Foto: Varlei Cordova/ AGORA MT

Os conduzidos assumiram que o material apreendido pertenciam a eles e diante disso; Fiana e Maxsuel foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, posse ilegal de arma e corrupção de menores.

O delegado ressalta a importância da comunidade no combate ao tráfico de drogas e que podem fazer a denúncia pelo número 197 ou pelo Whatsapp: (66) 9.9665.0197

|

Deixe um Comentário